Na última terça-feira (08), foi realizada mais uma reunião do Fórum em Defesa de Pontal do Paraná e da Ilha do Mel para debater sobre a mobilidade urbana de Pontal do Paraná e outras ações relacionadas ao desenvolvimento do litoral paranaense. A reunião foi realizada na sede da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Pontal do Paraná (ACIAPAR), respeitando as recomendações municipais para a prevenção contra a Covid-19, e contou com transmissão online.

Conduzida por Ercio Luiz Weschenfelder, presidente da ACIAPAR, e pelo presidente do Fórum, Gilberto Spinosa, a reunião contou com a presença do Secretário do Desenvolvimento Sustentável e Turismo do Estado do Paraná, Marcio Nunes, que reafirmou o compromisso do governador Ratinho Junior em realizar as obras de infraestrutura previstas para o litoral, entre as quais a faixa de infraestrutura que, segundo informou, depende apenas do julgamento do processo no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para finalizar as tratativas legais e então iniciar as obras.

Também, participaram o engenheiro Horácio Guimarães, presidente do Instituto de Engenharia do Paraná (IEP), o engenheiro José Alberto Ribeiro, vice-presidente do IEP e presidente do Sindicato da Construção Pesada do Paraná (SICEPOT) e João Lino Oliveira, membro da Executiva do Fórum, entre outras lideranças do município de Pontal do Paraná.

Na reunião, o Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura da Universidade Federal do Paraná (ITTI/UFPR) foi representando pelo seu superintendente, o prof. dr. Roberto Gregorio da Silva Jr. Ele destacou que a mobilidade na cidade, que já é crítica nas férias, tende a piorar nos próximos anos e é agravada pelas inundações nas épocas de chuvas. Nesse sentido, ressaltou a urgência de obras, entre as quais a faixa de infraestrutura, para resolver os problemas de mobilidade e de macrodrenagem na região.

O saldo do encontro foi considerado positivo, especialmente por destacar a importância e a necessidade das obras de infraestrutura no litoral paranaense, consideradas fundamentais para promover o turismo municipal e da Ilha do Mel, um dos polos paranaenses mais importantes nesse setor.