Na última segunda-feira (21), no SESC Caiobá, foi realizada uma audiência pública para apresentar em detalhes o projeto de recuperação da orla de Matinhos, no Litoral do Paraná, que prevê a engorda da praia e a implantação de estruturas de enrocamento (a colocação de blocos de rocha compactados) em uma faixa de cerca de 8 km, na Avenida Atlântica e Avenida Beira Mar, com investimentos de R$513 milhões.

O prof. Dr. Eduardo Ratton, engenheiro civil e coordenador de projetos do Instituto Tecnológico de Transporte e Infraestrutura (ITTI), da Universidade Federal do Paraná (UFPR), responsável pelo Relatório Ambiental Preliminar (RAP) para a obtenção da Licença Prévia de Ampliação do trecho, participou da audiência pública ao lado da equipe técnica envolvida no projeto.

Para a elaboração do RAP, foram analisados o Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) existente, o Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE), o Plano de Bacia do Litoral, EVTEA da Ponte Guaratuba, e outros estudos pertinentes. As obras visam o aumento da faixa de areia, a diminuição da erosão marinha, e o controle das cheias por meio da execução de 25 Km de galerias pluviais e canais de macrodrenagem, que praticamente extinguem os alagamentos no município.

De acordo com as apresentações técnicas do professor Ratton, a análise dos impactos apontam para a viabilidade ambiental do empreendimento, devido ao fato de que os efeitos positivos são muito superiores aos negativos. Além disso, os impactos negativos devem ser minimizados com a execução de medidas mitigadoras e compensatórias e seus efeitos acompanhados através dos programas de monitoramento e controle previstos no Plano Básico Ambiental.

O vice-governador Darci Piana lembrou que o projeto de recuperação da Orla de Matinhos é um assunto debatido há muitos anos. “Hoje, o Governo do Paraná tem esse compromisso de concretizar o projeto e tem recursos disponíveis”, disse ele.

Já o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, explicou que a proposta do Governo do Estado é realizar grandes obras de infraestrutura no Litoral para promover desenvolvimento, turismo e a conservação ambiental. “A audiência pública é justamente para consultar a população se é do interesse comum que o Governo faça esses investimentos, já que o histórico do Litoral do Paraná é de poucas obras de engenharia costeira. Todos podem dar sua opinião e nós trazemos os embasamentos técnicos”, disse.

A audiência pública, proposta pelos deputados Luiz Claudio Romanelli e Hussein Bakri, contou com apresentações do engenheiro José Luiz Scroccaro, diretor de Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos do Instituto Água e Terra (IAT), e do engenheiro João Cassar, diretor da Aquamodelo, empresa responsável pelo projeto. Também participaram representantes de associações, lideranças políticas e comunitárias do Litoral, além dos demais deputados estaduais, de forma remota.

Com informações da Agência Estadual de Notícias (AEN) e fotos da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP).