Na última quinta-feira (21), foi realizada a inauguração do Lote 4 da BR-135/BA. O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, estiveram em Coribe, na Bahia, para a entrega das obras do trecho de 67 quilômetros entre os municípios de Jaborandi e Cocos. As obras de melhoramento e ampliação da rodovia vão beneficiar o corredor logístico para o escoamento da produção de grãos na região.

Além das obras de finalização e adequação da rodovia, foram realizadas a correção de traçado e a reconstrução e redefinição de curvas. Na ponte sobre o Riacho Seco, um dos pontos críticos do trecho, foram realizadas obras para ampliação de 8 para 12,2 metros. E na travessia urbana de Coribe a rodovia foi duplicada e revitalizada.

“Viemos entregar uma obra importante, que nasce lá em Minas Gerais, vai cortando os estados da Bahia, Piauí e Maranhão e chega ao Porto de Itaqui (MA). Isso significa que estamos interiorizando a logística, levando-a para onde é necessária”, comentou o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

A solenidade contou ainda com a presença do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Santos Filho, o superintendente regional do DNIT no estado da Bahia, Sr. Amauri Souza Lima, e membros do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura da Universidade Federal do Paraná (ITTI/UFPR), responsáveis pela gestão ambiental do empreendimento a partir da supervisão ambiental e da execução de ações que visam a prevenção e a mitigação de possíveis impactos ambientais decorrentes das obras na BR-135/BA/MG.

 

Termo de Cooperação – A Gestão Ambiental da BR-135/BA/MG é realizada desde 2016 pelos profissionais do ITTI, por meio de um termo de cooperação entre a UFPR e o DNIT. Dentre as ações da Gestão Ambiental, em diversos segmentos rodoviários entre São Desidério/BA e Manga/MG, estão o gerenciamento e a supervisão ambiental das obras de implantação e pavimentação do Lote 5 (entre Cocos/BA e a divisa de Minas Gerais) e de melhoramento e ampliação do Lote 4 (entre Cocos e Coribe/BA), além da execução de programas ambientais como o de Proteção à Fauna, de Proteção à Flora, de Educação Ambiental e de Comunicação Social, entre outros.